Proteja-se


Abaixo, algumas dicas pra você curtir a Parada do Orgulho LGBT com segurança:

• Evite brigas e confusões;
• Evite carregar altas somas em dinheiro e jóias;
• Evite expor o celular em locais de grande movimento;
• Procure memorizar os traços, sinais particulares e roupas dos infratores, repassando as informações à Polícia Militar;
• Fique atento! Se alguém esbarrar em você, projeta seus pertences. A pessoa pode te furtar sem que você perceba;
• Em bares e restaurantes, evite deixar o celular sobre a mesa;
• Caso seja surpreendido por infratores, não reaja. Mantenha-se calmo;
• Em meio à multidão, se precisar usar o celular, prefira fazê-lo ao lado de Policiais Militares;
• Procure memorizar as características dos suspeitos e repasse à PM;
• Digite *#06# no seu celular para saber o número de série. Tenha-o sempre à mão ou em fácil acesso;
• Memorize e-mail e senha que possibilitem o rastreamento do aparelho caso seja necessário. Se tiver o telefone subtraído, coloque o número de série no Boletim de Ocorrência para identificar sua origem. Use-o também para bloquear o aparelho junto à sua operadora;
• Utilize porta-celulares ou pochetes do tipo doleira, que ocultem o aparelho celular junto ao corpo, de modo a não deixá-lo acessível;
• Evite conduzir o telefone celular, expondo-o para não atrair a atenção de pessoas mal intencionadas. Caso precise utilizar, faça em um ambiente seguro;
• Celulares não devem ficar nos bolsos das calças e bermuda, pois o volume chama atenção, deixando-o vulnerável;

Below are some tips for you to enjoy the LGBT Pride Parade safely:

• Avoid fights and quarrels;
• Avoid carrying large amounts of cash or exposing jewelery;
• Avoid exposing your cell phone in crowded or busy places;
• Try to memorize offenders’ features, clothing and peculiarities, then pass on information to the Police;
• Stay tuned! If anyone bumps on you, protect your belongings. The person may be trying to steal something from you without you noticing it;
• When at bars and restaurants, avoid leaving your cell phone on the table;
• In case you need to use your phone in a crowd, choose to use it near the cops;
• Try to memorize offenders’ characteristics and pass them on to the Police;
• Procure memorizar as características dos suspeitos e repasse à PM;
• Digite *#06# no seu celular para saber o número de série. Tenha-o sempre à mão ou em fácil acesso;
• Type #60# on your cell phone to find out the serial number. Keep it with you at all times. Memorize the email or serial number in order to help with the tracking of your phone if necessary. In case your phone is missing, include the serial number in the Event Bulletin so as to identify its origin. You may also block your line with your phone company;
• Keep your cell phone in a money belt, hidden and hard to snatch;
• Avoid walking while talking on the phone, in order to not attract malicious people. In case you have to use your phone, do so in a safe spot;
• Cell phones must not be kept in pockets because their volume attracts attention, making you vulnerable;

Projeto Horizontes

O Projeto Horizonte, financiado pelo Ministério da Saúde e executado pela UFMG é um projeto de pesquisa, intervenção educativa e prevenção à infecção pelo HIV/ Aids.
O projeto convida gays e outros homens que fazem sexo com outros homens, com idade acima de 18 anos e que morem na grande BH, para participarem como voluntários.
O estudo, implementado em 1994, avalia a incidência da infecção pelo HIV nessa população, o impacto do aconselhamento e ações educativas na prevenção do HIV/Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e discute com os voluntários questões relacionadas à estratégias de prevenção combinada, vacinas anti-HIV e a possibilidade de participação em futuros estudos em prevenção.
No Projeto Horizonte, os participantes recebem assistência médica, apoio psicossocial e orientação sobre sexo, prazer e prevenção. É garantido o sigilo da identidade do voluntário.
O Horizonte é o único estudo de coorte de gays e outros HSH, soronegativos para o HIV no Brasil. Atualmente 380 voluntários estão em acompanhamento.
Para participar e conhecer o Projeto Horizonte, entre em contato conosco.
Endereço: Alameda Álvaro Celso, 241 – Sta. Efigênia – BH/MG – A partir das 18hr
Fone: 31- 3226-8188 – A partir das 14 hr
E-mail: horizonte@medicina.ufmg.br
Facebook: @projetohorizonte.ufmg
Site: https://www.medicina.ufmg.br/projetohorizonte/projetos.php

Peraí, voce sabe o que é PrEP?
A Profilaxia Pré-exposição (PrEP) é uma estratégia de prevenção que envolve a utilização de um medicamento antirretroviral (ARV), por pessoas não infectadas pelo HIV, para reduzir o risco de aquisição do vírus através de relações sexuais. O medicamento bloqueia o ciclo da multiplicação do vírus, diminuindo a chance de infecção do organismo.
A PrEP faz parte das estratégias de prevenção combinada do HIV. Dentro do conjunto de ferramentas da prevenção combinada, inserem-se também: 1. Testagem para o HIV; 2. Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP); 3. Uso regular de preservativos; 4. Diagnóstico oportuno e tratamento adequado de infecções sexualmente transmissíveis (IST); 5. Redução de danos para usuários de drogas; 6. Gerenciamento de vulnerabilidades; 7.
Carga viral indetectável pelo tratamento antirretroviral; 8. Imunizações

  • Quem pode usar?
    A PrEP é indicada para pessoas que tenham maior chance de entrar em contato com o HIV. O público prioritário para receber a PrEP são as chamadas “populações-chave” que incluem: gays e homens que fazem sexo com homens (HSH), transexuais, trabalhadores/as do sexo e quem se relaciona sexualmente com uma pessoa vivendo com HIV.
    Importante lembrar que não basta pertencer a um dos grupos prioritários para ter indicação de uso da PrEP. Um profissional de saúde irá avaliar também outras questões como: manter relações sexuais desprotegidas, histórico de ISTs ou uso de PEP.
    IMPORTANTE: A PrEP não protege de outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) tais como sífilis, clamídia e gonorreia e, portanto, deve ser combinada com outras formas de prevenção, como a camisinha.
    O que é o Estudo PrEP 15-19?
    Nos últimos anos observa-se aumento nos casos de HIV/Aids em jovens no Brasil. Entre 2007 e 2017 a notificação de casos de HIV em pessoas com idade entre 15 e 24 anos aumentou aproximadamente 700%. Entre adolescentes de 15 a 19 anos, a taxa de novos casos de HIV mais que dobrou: passou de 3,0 para 7,0 casos/100 mil habitantes
    (Ministério da Saúde).
    O Estudo PrEP 15-19, da UFMG, avalia a efetividade da PrEP, esperando que contribua para a diminuição da incidência do HIV entre os adolescentes HSH e TrMT de 15 a 19 anos. A pesquisa acontece em três capitais: Belo Horizonte/UFMG;São Paulo/USP e
    Salvador/UFBA.
    Público-alvo do estudo: Adolescentes gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), meninas trans e travestis (TrMT), com idade entre 15 e 19 anos, residentes em BH e região metropolitana.

Serviços de Prevenção IST/HIV/Aids em BH (Fonte: PBH)
O diagnóstico da infecção pelo HIV/Aids
Os testes rápidos e exames sorológicos convencionais estão disponíveis nos 152 centros de saúde de Belo Horizonte. Além disso, BH conta com dois Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), que oferecem orientação e testagem rápida para HIV, sífilis, hepatites B e C.
Informações úteis
Testagem para HIV, sífilis e hepatites virais
Procure o Centro de Saúde próximo de sua casa ou um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).
Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Acidente com material biológico
Procure uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas.
Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Sexual
Procure um Serviço de Atenção Especializada (SAE), das 7h às 18h, ou uma Unidade de Pronto
Atendimento (UPA), à noite e finais de semana.
Profilaxia Pré-Exposição (PrEP)

  • Centro de Trainamento e Referência em Doenças Infecto-Parasitárias – CTR/DIP Orestes Diniz –
    Al. Álvaro Celso, 241 – Santa Efigênia – Belo Horizonte, MG – Telefone: (31) 3277-1199
  • Hospital Eduardo de Menezes – Av. Dr. Cristiano Rezende, 2213 – Belo Horizonte, MG –
    Telefone: (31) 3328-5000
    Tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis
    Procure o Centro de Saúde próximo de sua casa ou o serviço de IST da URS Centro-Sul.
    Tratamento de HIV/AIDS, sífilis e hepatites virais
    Se realizou o teste em um dos serviços do SUS BH, a própria unidade marcará sua consulta. Se você realizou o teste em um laboratório particular, procure o Centro de Saúde próximo de sua casa para marcar sua consulta em um dos Serviços de Atenção Especializada (SAE) da rede SUS BH.

CTA Centro Sul
Rua Carijós, 528 – 5º andar – Centro
Telefone: (31) 3246-7007
CTA SAE Sagrada Família
Rua Joaquim Felício, 141 – Sagrada Família
Telefone: (31) 3277-5757
CTR DIP Orestes Diniz
Alameda Álvaro Celso, 241 – Santa Efigênia
Telefone: (31) 3277-4341
URS Centro-Sul
Rua Paraíba, 890 – Funcionários
Telefone: (31) 3277-5356
Hospital Eduardo de Menezes
Rua Dr. Cristiano Rezende, 2.213 – Bonsucesso
Telefone: (31) 3328-5000